Saiba como fazer sorteio de prêmios com tecnologia que gera dados e reduz custo

Avaliação:

(2 Avaliações)

Por Redação SA Varejo -

Conheça a história de uma rede que adotou a solução e transformou seu aniversário no maior evento de vendas do ano, superando inclusive o Natal e Ano Novo

Que existe um grande interesse do varejista em ofertas mais personalizadas, não resta dúvida. Mas as promoções maiores, que envolvem distribuição de prêmios por meio de sorteios, continuarão tendo seu papel, desde que sejam bem planejadas e que contem com ferramentas tecnológicas que potencializem os resultados. Quer um exemplo real?

Uma rede de atacarejo realizou uma ação durante um mês, na qual foram distribuídos carros, motos e vale-compras. Para concorrer, a cada R$ 200 em gastos no cupom ou nota fiscal, o consumidor ganhava um código numérico, que precisava ser cadastrado no hot site da ação – o que economiza impressão de cupons e espaço para urnas em loja. Por trás dessa mecânica simples, adotou uma solução que, além do site criado especialmente para o período, contou com acompanhamento de dados e geração de informações que ajudaram a gerir a campanha. No final, a ação rendeu alta de vendas superior ao das festas de fim de ano.

“Percebemos que as buscas no google de termos associados à palavra promoção cresceram nos últimos cinco anos”, explica Pérola Freeman, CMO da Promo de Bolso, especializada em promoções e responsável por toda a parte de tecnologia da ação realizada pelo cash & carry. Para se ter uma ideia, os clientes da startup, além do hot site, contam com um portal no qual o consumidor encontra todas as promoções autorizadas pelos órgãos reguladores, que foram mapeadas. Essa plataforma, além de segura, tem uma base de 100 mil pessoas cadastradas. Há ainda outras ferramentas, como o aplicativo da Promo de Bolso, que pode ser baixado e que permite ações específicas para os usuários.

Outro aspecto importante é que a solução permite trabalhar com os dados informados pelo consumidor. “As informações cadastradas no hot site são repassadas para o varejo. Já quando o cliente utiliza nosso portal, nós também temos acesso a elas”, explica Pérola. A partir do cruzamento desses dados, é possível gerar relatórios que permitem realizar ajustes ao longo da ação, como acompanhar quantas participações acontecem por loja ou por checkout, entre outros indicadores. “Se identificamos que uma unidade está vendendo menos do que outra, pode ser, por exemplo, um problema de comunicação”, diz Pérola. Outra possibilidade é constatar que um determinado consumidor participou da ação apenas no começo. Para atraí-lo de volta, podem ser utilizadas mensagens por e-mail ou pelo aplicativo.


Como foi a promoção da rede de cash & carry

  • 33,3 mil participações/dia
  • 220 participações por loja/dia
  • 378,7 mil códigos numéricos distribuídos/dia
  • 5,1 mil códigos numéricos/dia nas 10 principais lojas
  • Celular principal forma de acesso ao site da promoção


WhatsApp eleva resultados
Em setembro, a Promo de Bolso incluiu mais uma ferramenta no seu portfólio: o WhatsApp. “Conseguimos autorização do Facebook, que é dono do aplicativo, para utilizarmos nas ações dos nossos clientes”, explica Pérola Freeman, CMO da Startup. A ideia é que, ao sair da loja onde acontece uma promoção, o consumidor já cadastre pelo aplicativo o seu código numérico no trajeto até o carro ou até em casa. “Com isso, vamos contar com um dado importantíssimo do shopper: o número do celular”, diz ela. Por conta da inclusão dessa ferramenta, a expectativa é de que, em 2019, a startup cresça três dígitos. Em 2017, a alta foi de 160% e, neste ano, deverá alcançar 40%.

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:    LinkedIn  Instagram   e   Facebook   !

Comentários

Comentar com:
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade