Pepsi decide fechar fábrica em Manaus

Avaliação:

(0 Avaliações)

Por Redação SA Varejo -

Decisão do governo motivou encerramento das atividades

Foram encerradas as atividades da fábrica de concentrados de refrigerantes da Pepsi em Manaus (AM). A decisão foi tomada depois que o Governo Federal cortou parte dos incentivos tributários oferecidos na região.

A Zona Franca de Manaus concede incentivos a empresas que produzem concentrado de refrigerantes na região. Entre eles está a opção de transformar o valor do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) em créditos tributários. No entanto o presidente Michel Temer reduziu o pagamento de créditos de 20% do total a ser pago de IPI para apenas 4%.   

A decisão final sobre o corte definitivo ou a manutenção desses créditos ficará a cargo de Jair Bolsonaro, no início do ano que vem. O presidente-eleito tem mantido discurso contrário a benefícios fiscais.

O fechamento da fábrica de concentrados para refrigerante, em Manaus, ocasionou a demissão de 51 funcionários. A Pepsi afirmou que as demais operações no Brasil não serão afetadas e afirmou que o fechamento foi definido "com o objetivo de administrar eficientemente nossas operações em todo o Brasil e posicionar a empresa para um crescimento de longo prazo".

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA Varejo? Então nos siga nas redes sociais:   LinkedIn Instagram  Facebook  !

Fonte: Valor Econômico

Comentários

Comentar com:
Publicidade

Guia de Sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade